Sê (o)usado!

10-04-2009 00:16

O que é a timidez? Será que a timidez é gaguejar, ficar vermelho e tremer quando falamos com alguém que não conhecemos ou que não contávamos encontrar? Ou quando cumprimentamos alguém importante? A timidez não é só isso... antes fosse!

A timidez de que eu quero falar é aquela que nos impede de nos aproximarmos mais de Deus e arrasa a nossa vida espiritual até ao tutano!

Quantas vezes tivemos oportunidade de falar de Deus e não o fizemos porque tivemos vergonha de assumir a nossa verdadeira identidade espiritual? Ou quando nos perguntaram porque não íamos a discotecas ou outros sítios e inventámos desculpas esfarrapadas para evitarmos dizer que se calhar Deus não se agrada que frequentemos esses lugares? Quantas vezes tivemos vergonha de defender o nosso professor mais antipático enquanto assistíamos toda a turma a gozá-lo? Porque é que temos tanta vergonha de falar do nosso Melhor Amigo e não fazemos nada para transformar a nossa timidez em ousadia??

Há jovens, principalmente adolescentes, que têm vergonha de falar dos pais porque estes são pobres, ou porque têm má fama no meio social, mas nós, pelo contrário, temos um Pai Espectacular, Rico, Perfeito, do qual ninguém pode apontar qualquer mau feitio, que pode fazer tudo, porque afinal Ele É o Rei do Úniverso (e arredores!!!), que tem todo o poder e nos mima mais que ninguém sem, sequer merecermos um “chavo”… e no fim de contas, não falamos Dele porque temos vergonha!!!

Pensamos que se falarmos de Deus vamos perder a fama na turma, vão chamar-nos “betinhos” e fanáticos, e vão deixar de nos convidar para os anos, ou gozar connosco até finalmente sairmos da escola... mas, e daí?? Na Bíblia, em I Pedro 4:16 diz: “mas, se padece como cristão, não se envergonhe; antes glorifique a Deus nesta parte.” Pois... é difícil sofrer como cristão, até porque a nossa sociedade é maioritariamente religiosa ou ateia...Mas o bom aspecto disto é que nós hoje temos algumas facilidades como cristãos! Vê só:

·       não sofremos perseguições como os antigos cristãos sofreram, a nível psicológico e físico (apesar de psicologicamente continuarmos a ser perseguidos e “apedrejados”!);

·       temos mais acesso às pessoas (estas estão mais abertas do que nunca à “diferença”);

·       podemos usufruir de várias formas de evangelização (através de actividades de rua: como graffitis, mímica, EDs, musicais, etc)!   

Para isto basta haverem pessoas dispostas a deixar a timidez em casa e partir para a aventura da evangelização!

Mas não temos apenas o dever de participar nesses eventos... a nossa maior obrigação é saber aproveitar as oportunidades que Deus nos oferece no dia-a-dia de falarmos Dele aos nossos amigos, colegas... às vezes nem precisamos falar, basta estarmos aptos a deixar a nossa diferença fazer-se notar!! Em Apocalipse (21:8) diz que os tímidos não vão entrar no Céu, e Jesus diz (em Marcos 8:38) que se envergonhará daquele que Dele se envergonhar!

Deus tem todo o direito de se envergonhar de nós, porque nós somos pecadores, injustos com Ele, e envergonhamo-nos Dele... mas, Ele ama-nos tanto, que se nos arrependermos da nossa timidez e ganharmos ousadia para sermos uma benção para todos os que nos rodeiam e que ainda não O conhecem, Ele perdoa-nos e dá-nos poder e sabedoria para sabermos usar essa coragem de forma a glorificá-Lo, sem ter de Se envergonhar de nós!!

Vem, tu e eu hoje, vamos orar para Deus arrancar da nossa vida a nuvem da timidez que não permite o raio luminoso de Cristo passar através de nós ao mundo! Vamos apresentar-nos a Deus como filhos gratos e dispostos a proclamar o Evangelho hoje, mesmo que tenhamos de sofrer, porque isto aqui é passageiro, e se cada um de nós fizer a sua parte, vamos adiar a chegada do dia infinito no qual nunca mais teremos de sofrer!! E se não nos envergonharmos de Deus, Ele vai guardar-nos até à Sua vinda (II Timóteo 1:12)!

Aqui vai um conselho, pra mim e pra ti: deixa a timidez de ontem e sê (o)usado hoje!

 

Marta Santos, BSteen Outubro 2004