Cuidado com a Anorexia

09-01-2010 20:41

Surgindo quase sempre no sexo feminino, esta doença que é tão falada hoje em dia, aparece com o desejo de emagrecer, querendo sempe perder mais peso e vivendo num constante receio de engordar. É a anorexia nervosa.

Creio que este tema é interessante, não só por estar na berra, (porque afinal acho que sempre esteve), mas porque hoje em dia se vem assistindo a um aumento de pessoas nesta situação. Eu mesma noto, nas conversas que tenho com as amigas lá da escola que o assunto dieta, magreza, gordura vêm sempre à baila!

Eu penso que os maiores problemas surgem sempre destas conversas. Até podem não ter nada de mal, mas um reparo que se faz á colega, um simples comentário que se ouve de algum familiar ou amigo, pode despertar em pessoas mais inseguras e geralmente com baixa auto-estima o complexo de estar gorda(o)!!

Então, quando se vêem frente ao espelho do quarto, pensam: “Tenho de fazer dieta!” Começam então a tentar perder peso, a saltar refeições e com uma garra incrivel conseguem mesmo perder uns kilos, ficam satisfeitos: “Funciona mesmo!”. A partir daqui vão sempre querer perder mais... é como uma droga, um vício... já não querem parar.

Sentem uma extrema necessidade de provar ao mundo que são capazes e neste processo esperam receber "medalhas de mérito", mas acabam por sair frustrados .

As pessoas irão olhá-los como doentes que precisam de muita ajuda e ao fim ao cabo não era bem isto que eles pretendiam receber em troca, só queriam ter umas palavras de amor, de afecto, de alguém  que lhes dissesse: “Estás espetacular como conseguiste?” Só que o filme não é bem esse, é antes: “O que se passa com o teu cabelo? Está tão fraco?” ou  “Tens umas olheiras tão grandes, estás bem?” ou ainda “Ultimamente tens andado muito agressivo!”

Sentem uma revolta ainda maior pois não conseguiram o que queriam. Então, acabam por entrar num processo de auto-destruição, até que acabam numa cama de hospital com uma grave inanição, ou alguma coisa ainda pior... Não era bem isto que pretendiam, não era este o seu sonho, mas afinal o que falhou? Falhou a sua própria maneira de pensar, a sua insegurança, a baixa auto-estima e o orgulho louco de querer ser diferente...

Não é este o propósito que Deus tem para as nossas vidas (Lê Mateus 10:29-31). Ele ama-nos muito e quer o melhor para nós. Ele sabe o numero de cabelos que tens na cabeça e afirma que nenhum passarinho cai sem que seja essa a vontade d´Ele, quanto mais importância não teremos nós para Ele?! Já pensaste nisso? Já pensaste no valor que tens para Deus ao ponto de Ele entregar o Seu Único Filho para nos salvar, para nos dar vida!

Já viste bem o quanto Ele se preocupa contigo? Ele chama-te pelo teu nome (Isaias 43:1). Ele conhece-te tão bem! Nem calculas os planos que tem para a tua vida. Toma atenção à Sua  voz, Deus está a tua espera com Seus braços de amor querendo te abraçar e dizer: “Filhinho(a), eu te amo! És tão importante para mim. Criei-te à minha imagem (Génesis1:27 e 31).

Ele é o nosso criador, assim como criou a beleza que vês na natureza assim te criou a ti. Deus ama-te e tem um plano para a tua vida. Já pensaste nisso?

 

Miriam Vicente, BSteen Junho 2002